Um Blog de percepções, de afetos e algumas bobagens cotidianas.

sábado, 29 de dezembro de 2007

QUE SE ACENDAM


Já que o graffiti vai me consumir por mais pelo menos dois meses, a mensagem de boas festas segue nesse clima. Graffiti Research Lab pra todos e um Reveillon cheio de luz, mesmo que elas venham da cidade e não das estrelas na beira da praia...

The Eyebeam OpenLab. A música Heartbeats é de uma banda eletrônica (The Knife), que foi tornada acústica nessa versão por Jose Gonzalez. (PS: a versão eletrônica é muito boa também)
Então, se não for muito, fiquem com a letra da música
.



one night to be confused
one night to speed up truth
we had a promise made
four hands and then away

both under influense
we had devine scent
to know what to say
mind is a razorblade

to call for hands of above
to lean on
wouldn't be good enough
for me, no


one night of magic rush
the start a simple touch
one night to push and scream
and then releaf

ten days of perfect tunes
the colors red and blue
we had a promise made
we were in love

to call for hands of above
to lean on
wouldn't be good enough
for me, no


to call for hands of above
to lean on
wouldn't be good enough


and you, you knew the hands of the devil
and you, kept us awake with wolf teeths
sharing different heartbeats
in one night

to call for hands of above
to lean on
wouldn't be good enough
for me, no


to call for hands of above
to lean on
wouldn't be good enough
for me, no

SCHIZO-PRÉ-REVEILLON

São seis e cinquenta e oito da manhã, os passarinhos começam a cantar, já que no horário de verão o sol também desperta mais tarde.
No meu caso, estou acordada desde as quatro da madrugada, quando um sonho mais que esquisofrênico me tirou o sono, lembrando que tenho uma dissertação pra entregar em quinze dias e lembrando também que o ar condicionado não estava dando conta do recado. Pingando de suor e ofegante, devido a falta de ar provocada pelos dois fatores - calor e dissertação - resolvi ligar o ventilador.

Fritando na cama por mais duas horas, era inevitável retornar ao mesmo sonho: Suzana Kilpp - figura mais que especial do nosso PPG - recebendo meu trabalho e me olhando com cara de quem tomou um café frio.

Não tive outra alternativa senão levantar da cama e ir pra cozinha fazer um café - quente e com leite - seguindo diretamente para o terraço, na companhia acolhedora do meu Mac Book.

domingo, 9 de dezembro de 2007

Um bom programa pra semana





Uma mulher gostosíssima em trajes mínimos bate na janela do seu carro em plena Padre Chagas, ao meio dia de quinta-feira. Detalhe: você está acompanhado.

Os que arriscaram abrir a janela, foram abordados com a temida pergunta:
- Quer fazer um bom programa nesta sexta?

Com cara de surpresa, o motorista recebia da mão da falsa prostituta um volante e uma camisinha. Ufa...No volante, o logotipo do filme 3 Efes, de Carlos Gerbase, que estreiou na sexta simultâneamente no CINEMA, na TV, na INTERNET (www.3efes.com.br) e em DVD (à venda pelo site da Casa de Cinema - www.casacinepoa.com.br - e pra alugar na Espaço Video).

ESTRAGOU

A p. do celular estragou.

Primeiro foi a base da bateria. Fui conectar o cabinho e pif. Caiu pra dentro a bosta do conectorzinho - se lá o nome disso que conecta o cabinho à caixinha da bateria.
Uff...tudo bem ainda restava carregar o celular diretamente do carregador. Fiquei tranquila.
Segunda carga depois do acontecido...pif. A Luzinha vermelha não acendia mais e não existia mais sinal de carregando...acho que quem tava carregada nessa história toda era eu...
Uaaah...vontade de jogar na parede???Imagina...se eu faço isso não resta nem a carcaça, pensei cá com meus botões..
Moral da história 1: o barato sai caro & nem tudo que reluz é ouro;
Moral da história 2: nunca tente fazer um negócio da china.
Moral da história 3: voltei pro meu Nokia, que não me deixa na mão.
ps: Nokia não é uma marca chinesa???

droga.

terça-feira, 6 de novembro de 2007

passou








quando eu digo que eu queria ser um passarinho
eu não to mentindo, queria mesmo
fiquei pensando se eles realmente se sentem livres...só porque voam...

quando eu sinto que os pés estão muito enterrados no chão
eu tranco as portas do carro, fecho bem o vidro
toco frusciante bem alto
e grito.

mas grito mesmo. daí passou. e tudo começa



outra vez.

sexta-feira, 2 de novembro de 2007

RING RING EM MANDARIM?

A Lenara me trouxe um celular da China.
Na verdade é uma câmera de foto - gravadordevoz - câmera de vídeo - tocador de mp3, que TAMBÉM É CELULAR.
Sim, porque o troço faz absolutamente tudo, a cada hora eu tenho uma reação daquelas de surpresa com gritinhos bizarros (muitas vezes em público). porque sem querer descobri mais uma superfunção no meu brinquedinho novo.

Funtastic.

O mais inacreditável disso tudo é que eu realmente estou me adaptando ao aparelho, não faz nem uma semana que ele está na minha bolsa e eu já sei fazer fotos e ajustar o tamanho delas, gravar conversas (cuidado comigo!), armazenar dados (rere), enviar arquivos por bluetooth (sim, isso é quase magia) e pasmem: fazer ligações.

Esses dias eu tava com a minha mãe no Shopping, na frente da vitrine de uma operadora de celular (não me peçam pra fazer merchandising) e duas amigas pararam do nosso lado. Uma delas, olhando para um dos aparelhos, disse pra outra: olha só esse daí é igual ao meu! ele faz tudo, mas amiga, quase precisei fazer um curso pra aprender a mexer no treco. - huahuhaua...

Fiquei só pensando...imagina se o aparelho da menina tivesse vindo com o manual em mandarim...