Um Blog de percepções, de afetos e algumas bobagens cotidianas.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

ano novo, cabelo novo

inspirada pelo ano que vem, pelas sincronias que fecham 2009 numa ótima e pelo flavinho que sempre quer fazer a minha cabeça, resolvi mudar um pouco o visu pra receber o hohoho e estourar as freixenets no uruguai no maior style.

como ontem na festa da casa de cinema o cabelo pareceu causar certo impacto (e isso apesar da bebunzisse a gente pode medir pela quantidade de comentários), decidi dividir aqui no blog o resultado, no maior estilo pronto cortei.

tenho percebido uma tendência romântica nos cabelos por aí, com trancinhas e tal. mas eu sempre curti esse estilo mais argentino com um formato mais repicado e mantendo o comprimento. foi o que fizemos. repicado total atrás, no topo da cabeça e para finalizar uma descolorida nas pontas. mantive a franja porque quero me livrar dela, então vamos deixar que cresca.

ontem com a finalização da chapinha ficou muito mais tri. agora ele tá dando uma onduladinha e eu to louca pra ver como vai ser depois do banho sem secador. :)


terça-feira, 15 de dezembro de 2009

a história do hipopótamo alérgico à magia e outras loucurinhas fofas





READ THE HOLE STORY!

It was in the morning, Winnie the Pooh and Tigger woke up,
and they saw that the baby monkeys were gone!
And then the baby monkeys were lost! in the trees.


AND WHAT HAPPENED THEN?


They saw bats, and they saw crocodiles, hippos and giraffes.
They had taken a very long trip, they did not even take the train.

They saw a crocodile, they saw frogs, and boxes with animals
who are poor, who couldn´t find their way.
People who wanted to put in jail the animals who are poor,
who didn´t have anything to eat, because they could´t pay.


They were in some frightening trees with popotamus, hippos,
crocodiles, monsters and ghosts!
Tigger jumped in the trees, very high and he saw the monkeys,
Then he grabed with his hand and he went back down with the monkeys.


And then Tigger and Winnie the Pooh were going into the woods to
find some strawberries, but the witch did not agree at all!
Because these were HER own strawberries!

So they fought, fought, and the lion won! And he was the king.
He had a helmet, a sword... and how do you say
when you protect yourself?

- A shield?

A shield!!! And magic powers! And then, they saw many things,
very pretty things: there were flowers,
the sun, the clouds, MANY things!


But there was something going amiss, because there was a crocodile,
who was sleeping in the grass, and when you stepped on it,
it would wake up and it would eat the babies!


So, something goes amiss again, because the hippo was not in the water,
because he prefers to kill himself.
So the lion kills the hippo, and they go to heaven,
but the hippo did not know.
He did not want to go to heaven, so he decided not to go
to heaven, but the lion said,

"it is too late now! You decided to be dead in heaven!"

Then, it was well deserved for the lion, becuase he had no more powers.
But then the power went to the popotamus.
But the hippo was allergic to magic.


The hippo and the lion, and the tiger they got "chicken-box".
Then, the "chicken box" went to another animal who was
very bad, tremendously very bad and it was a mammoth! The Mammoth
had claws, and powers so that the people are dead in heaven !
Even the animals!

But then there was a lady, who had a ring, like yours but
it was different, becuase it was orange.
Then the orange ring, would go and kill all the witches! This way...

People are peaceful and they can do whatever they want,
and the kids as well!

Now it is over!

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

MEU CURSO NA ESPM

Vou fazer uma coisa que caracteriza a mais nojenta e repugnante preguiça. Coisa de quem trabalhou o dia inteiro e já não aguenta mais fazer sinapses (lembra da aula de biologia?). Vou copiar o texto que eu escrevi no blog da Maria. Ipsis Literis.

O que eu quero dizer realmente é: TE INSCREVE NO MEU CURSO NA ESPM. E aqui eu explico:

Em janeiro vai rolar mais uma vez meu curso na ESPM.

E adianto: essa edição vai ser imperdível!

CORPO, CIDADE, MÍDIA: INTERVENÇÕES CRIATIVAS NO ESPAÇO URBANO

E vai ser imperdível porque esse ano contarei com a participação de dois amigos muito especiais:

Felipe Anghinoni (Perestroika) e do Guilherme Dable (Atelier Subterrânea)

O curso vai ser lotado de referências de intervenções urbanas de natureza artística e publicitária, oferecendo um espaço muito especial para criação, discussão e compreensão das produções criativas que usam o suporte urbano. No final do curso os participantes devem apresentar um projeto que será avaliado e, quiçá, aplicado.

Quando: dias 11,12, 13, 14 de janeiro, das 19h às 21h40
Onde: na ESPM

VAI LÁ E TE INSCREVE!

VAGAS LIMITADAS!!!!

terça-feira, 24 de novembro de 2009

uma compilação maravilhosa das bizarrices geniais de Tim Burton



É claro que Tim Burton merecia um reconhecimento para além do mundo do cinema, pois o cara é um verdadeiro artista multidisciplinar, com uma genialidade que transcende as telas, entrando no mundo da ilustração, passando pelo mundo das letras (ganhei o genial livro de poesias), da fotografia e explodindo no cinema com suas criaturas docemente bizarras.


Pois reconhecido pelo MOMA, ele acaba de ser homenageado com uma mostra que traz a retrospectiva de sua carreira, mostrando mais de 700 exemplares de desenhos - desde que Burton era apenas uma pequena e terrível criança prodígio, até os dias de hoje -, fotos, pinturas, anotações, storyboards, videos, figurinos, além da extensa filmografia do "rapaz", que já faz 27 anos de carreira.

Mais sobre a mostra, pode ser lido no site Cool Hunting, que traz uma entrevista ótima com o curador Ron Magliozzi.

(direto do Wikipedia, embora eu saiba que pode não ser uma fonte segura, resolvi acreditar)

Burton é o primeiro dos dois filhos de Bill Burton e Jean Erickson. Burton descreveu sua infância como peculiar, imaginativa e perdida em seus próprios pensamentos. Ele achava a vida doméstica e a escola difícil, participava de um grupo chamado OW SHIT STUDIOS (O.S.S) e fugia da realidade do cotidiano lendo livros sombrios de Edgar Allan Poe e assistindo a filmes de terror de baixo-orçamento, que mais tarde homenagearia na sua biografia de Edward D. Wood, Jr.. Outra figura cinematográfica de importância na infância de Burton é Vincent Price, cuja filmografia influenciaria a carreira do diretor.

Após o colegial, ele ganhou uma bolsa da Disney para estudar no Instituto das Artes da Califórnia em Valencia, Califórnia. Ele estudou Animação por três anos e foi então contratado pelo Walt Disney Studios como aprendiz de animador. Trabalhou no desenho The Fox and the Hound, mas estava insatisfeito com a direção artística do filme. Mesmo assim, foi no período que trabalhou na Disney que Tim Burton criou e dirigiu sua primeira curta-metragem Vincent, com o personagem principal baseado no ator Vincent Price. Mais tarde, o diretor trabalhou no seu segundo curta-metragem Frankeweenie, que conta a história de um menino que ressucita seu cachorro. Mesmo com enredos pouco infantis, Tim Burton teve espaço para criar o poema e as ilustrações que seriam a base para O Estranho Mundo de Jack, um dos seus maiores sucessos.

O seu apego ao horror com sua habilidade para a comédia Burton conciliou três anos depois em Os Fantasmas se Divertem (Beetlejuice). Foi com esse filme que o diretor finalmente se destacou e foi chamado para realizar uma super-produção: Batman, em 1989, que mais tarde teria a continuação Batman - O Retorno (Batman Returns), também com a direção de Tim Burton. Com a carreira em alta, o diretor resolveu filmar seu projeto pessoal intitulado Edward Mãos de Tesoura (Edward Scissorhands), sobre um rapaz que tem tesouras no lugar das mãos. Para o projeto, Tim Burton chamou o ator Johnny Depp, que seria seu maior colaborador durante a carreira do cineasta. Depp seria novamente chamado, dessa vez para estrelar a cinebiografia de Ed Wood, considerado o pior diretor de todos os tempos.

Após esse período, o diretor passou por baixar em filmes que pouco renderam, como Marte Ataca! (Mars Attacks!) e Planeta dos Macacos (Planet of the Apes). Tim Burton melhorou sua carreira em 1999 após lançar o filme A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça (Sleepy Hollow), sobre uma cidadezinha que sofre uma série de assassinatos. Sua carreira continuou em alta depois de Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas (Big Fish). Mais tarde, Burton voltaria a animação stop-motion com A Noiva Cadáver (Corpse Bride). Nessa época, o diretor regravou um clássico dos anos 60, A Fantástica Fábrica de Chocolate (Charlie and the Chocolate Factory), novamente com a participação do ator Johnny Depp.

Tim Burton é casado com a atriz Helena Bonham Carter e tem dois filhos com ela: Billy de 4 anos, e recentemente o casal teve uma menina, chamada Nell.

Apesar de, segundo sua mulher, Tim não gostar de musicais, atualmente ele dirigiu o filme, Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet, que foi bem recebido pela crítica, sendo indicado ao Oscar 2008 em algumas categorias, ganhando a categoria Direção de Arte, graças ao belíssimo trabalho do diretor. A paixão pela versão original do musical para teatro, segundo Helena Bonham Carter foi uma das coisas que os dois tinham em comum e que ajudou a uní-los.

Atualmente, Tim Burton está trabalhando no filme Alice no País das Maravilhas que será produzido pela Disney, e que conta com um excelente elenco de renomados nomes, como o amigo do diretor, Johnny Depp, sua esposa Helena Bonham Carter e a atriz Anne Hathaway.

PARA QUEM PUDER, por favor, não perde (depois me conta):

Tim Burton Retrospective
22 November 2009-26 April 2010
Museum of Modern Art
11 West 53rd Street
New York, NY 10019 map
tel. +1 212 397 6980‎

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

quando acende a luz: Clara

tava tudo escuro, tinha faltado luz desde as três horas da tarde, mas às três horas da tarde a gente nem sente falta da luz. foi cair a noite para vir aquela angústia, começar a perceber que não dava pra enxergar direito e que nada funcionava, nem meu computador, nem a tv, nem o telefone sem fio.
sabe que eu vou contar aqui uma coisa muito pessoal. hoje, se eu tivesse uma filha, daria o nome dela de Clara. Clara é luz, é quase transparente. e brilha, como um diamante. Clara é Nunes, é Averbuck, mas também é Clarice, Linspector ou Chwartzmann, é a lembrança que tenho de uma amiguinha de infância que eu admirava muito. Ela era doce, bonita, esperta, era pura luz. sempre que penso nos nomes, penso nas pessoas que conheci com esses nomes e faço um balanço para ver se aquele nome é bom ou ruim. Clara é bom. Além do mais, Clara é o avesso do escuro, é esse momento que eu vivo e tudo o que ele está me trazendo. é a manifestação da vontade de ser ainda mais feliz! e se deus fez a luz, quem sabe qualquer dia desses ele não faz a Clara também..

terça-feira, 3 de novembro de 2009

um filme em fast foreward eu e minhas roupas

a janela onde a gente espia nem sempre é a janela que a gente abre. voltei no armário e não tinha nada mais, minhas roupas já estavam todas desparceiradas e fiquei sem ter o que vestir. eu até teria o que vestir, mas sinceramente não ia me sentir confortável com panos que não mais me pertencem. um filme de todas as roupas que eu tive passou na minha cabeça, um filme não, um trailer porque foi muito rápido, um filme em fast foreward, mas, sim, eu sabia o que estava faltando ali e sabia o que eu queria vestir. mas o que eu queria vestir realmente não estava lá. estou numa fase que não gosto de comprar roupas novas, prefiro reinventar as que eu já tenho. ando com pânico de perder minhas roupas atuais porque tenho por elas um especial apreço, um sentimento que fica entre o amor e a posse, já que cada uma delas guarda em si intermináveis momentos e cheiros e inclusive pigmentos que foram colecionados involuntariamente. cada roupa tem o seu dna, talvez por isso minha mãe deteste que eu compre coisas em brechós.
mas quando eu vou até um brechó não sou eu que escolho as roupas. são elas que me escolhem. é como se uma energia encontrasse com a outra e aí tudo certo, nos achamos. quase predestinados eu e minha peça de roupa, levo ela pra casa como se tivesse saído da loja mais trés chic créme-de-la-créme. lavo, cuido e por vezes dou a minha reformadinha para que ela me compreenda melhor, afinal em todo o relacionamento existe uma fase de adaptação. mas depois que veste direitinho, a gente não quer mais tirar.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

que loucura.

Existem os loucos.
Existem os que se fazem de loucos.

A diferença está na consciência.

a vida em vídeo. a vida em tempestade.




Foi a Carmen Beckenbach, amigona da Lenara Verle e curadora de videoarte do ZKM, maior centro de tecnologia da Alemanha, que me ensinou a apreciar a videoarte. Na época eu confesso que achava tudo um pouco chato, repetitivo, não conseguia entender bem aonde esses artistas estavam indo (ou tentando me levar). Mas depois da visita iluminada da Carmen tudo fez mais sentido.
A Carmen ofereceu um curso em 2006 que mudou completamente o meu olhar sobre essa arte. Durante o curso, ela mostrou o trabalho de 18 videoartistas que fizeram a história do gênero no mundo inteiro:
John Baldessari, Paik, Dara Birnbaum, Dieter Kiessling, Bill Viola, Fischli & Weiss, Marina Abramovic, Sadie Benning, Cris Cunninghan, Eija-Liisa Ahtila, Daniel Pflumm, Matthew Barney, Annika Larsson, Walid Ra’ad, Pipilotti Rist, Johanna Domke, Johan Grimonprez.
O tempo foi passando e muita coisa foi surgindo por aí em termos de videoarte e francamente me interessa bastante conhecer trabalhos que sejam inspiradores, porque se o vídeo é bom ele tem a capacidade de te tirar do espaço e do tempo. De te engolir mesmo, num transe que só acaba quando a consciência chama.
Toda essa introdução serviu para falar da mostra Tempestade, que traz a Porto Alegre o creme do creme da mostra Interpéries, a qual já esteve na Oca e no Oi Futuro do Rio. A mostra organizada por Marcello Dantas tem curadoria de Alfons Hugh e Alberto Saraiva e trata da temática do tempo e fenômenos climáticos, dividindo o espaço em frio e quente, trazendo uma ambientação visual e sonora muito bem adequada ao primeiro andar da Usina do Gasômetro. Artistas de diversas partes do mundo trazem um olhar criativo e apurado para eventos que impressionam e comovem. São imagens impressionantes que nos fazem pensar que o mundo é realmente uma arena, onde o homem está sempre na luta contra o tempo.



Não deixe de visitar a mostra, que fica até o dia 20 de dezembro em cartaz.

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

KICKING THE POP ART

Taí, curti a promoção que a Converse tá fazendo. Gosto quando existem projetos que incentivam o desenvolvimento intelectual, criativo e a projeção profissional, ainda mais quando a temática cultural está presente.
Pois então, os jovens designers podem criar o seu próprio Chuck Tailor's All Star, o tênis mais famoso do mundo. Quem ganhar, além de levar R$ 2.000,00 ganha um tênis no mercado, além de uma ano de abastecimento (ou seja, vista muito all star, beibe).
O pré-requisito foi a inspiração na Pop Art. Não sei como ainda não pintou um modelo com uma banana do Andy na lateral.

O cronograma:
30/09/09: início do concurso
03/11/09: prazo final para envio dos modelos
13/11/09: fim da votação pública
15/12/09: prazo máximo para divulgação dos vencedores

Para participar:
ENTRA AQUI NO SITE

Alguns modelos que eu não usaria, mas que parecem estar bem afinados com a proposta. A maior parte dos criativos passou chutando pela Pop Art..

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

no balanço

vivendo ainda os vinte e sete, pensando e olhando o cordão do tempo pra ver o que passou
pensando e olhando à frente pra ver o que eu desejo do amanhã
pensando e mergulhando no hoje, para viver como o meu agora se completa.

to por aí e to no mundo, felina de muitas vidas de muitas quedas e subidas
tudo que eu amo emerge de mim neste momento
posso ser quem eu quiser, mas hoje sei bem quem eu sou
estão comigo as almas que me complementam
e no baú da memória fica tudo o que já não serve mais.

eu já quis ser dentista, advogada. eu já quis ser bailarina e escritora. já quis ser mulher de mágico e também tive muita vontade de trabalhar com arqueologia. eu já tive tudo que é bicho e já me fantasiei de muitos personagens, um em cada aniversário.

vida. eu me deleito nas escolhas que eu fiz, doa a quem doer. tenho amor intenso, que me faz dançar no infinito, o amor mais lindo e mais sincero, o amor para sempre. amigos diamantes, poucos mas eternos e todos de verdade. uma família que é uma verdadeira piscina de algodão, proteção, carinho, cuidado. o resto é tudo complemento, energia que volta em dobro, resultados de entregas, de paixão e de verdades que vão sendo contruídas ou reveladas.

vinte sete, eu sou feliz.
e louco é quem me diz.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

andando

aos poucos o caminho se abre
ela sente que o vento bate e faz voar o seu cabelo enquanto suas sardinhas se desorganizam com a luz do sol.
ela não gosta do sol quando está forte, mas de manhã ele é realmente uma delícia, ele é um carinho morninho na base do seu nariz.
ela percebe que se não fosse a poluição as árvores poderiam estar bem mais verdes, mas que as que ela vê da janela do seu quarto são realmente bem mais verdes do que as que a gente vê no centro da cidade.
ela sente que a água nunca foi tão molhada e que o frio nunca foi tão gelado e que o amor que ela sente pelas coisas que ela tem nunca foi tão profundo.
ela sente que nada disso seria assim tão pleno se ela não tivesse percebido.
se ela não tivesse parado, olhado em sua volta. olhado para os lados e depois para frente.
olhado para os lados e depois para frente e depois para o céu.

olhado enfim para dentro dela e percebido que.
tudo é realmente extremamente complexo.
mas nem por isso deixa de ser completamente simples.

sábado, 19 de setembro de 2009

FAZENDO TEATRO mais uma criação da MARIA CULTURA

video

Esse ano a gente se envolveu com um monte de projetos infantis, o que eu ADORO! Claro que isso só colabora pra ativar o meu super instinto maternal... Mas essa produção infantil ainda vai ter que dar uma esperada. Não tem jeito.

FAZENDO TEATRO é um projeto lindo criado pelo Theatro São Pedro, um verdadeiro circuito de atrações infantis que além dos espetáculos nacionais e locais, traz também oficinas de teatro (com direito a montagem final no palco do TSP) e palestras descontraídas com grandes nomes como Ziraldo.
Fazia bastante tempo que o TSP não encabeçava um projeto totalmente voltado para crianças e com imenso prazer estamos participando desse momento.

A campanha foi criada pela MARIA CULTURA, redação do Ricardo Kroeff, ilustração e D.A. Achilles Kruger Filho e Cauan Rolim Ferreira.
O VT foi produzido pela TGD, dirigido pelo Rafa Ferretti, com áudio da Gogó Produtora.
Os spots, que são demaaaais, foram produzidos pela Gogó também.

Os ingressos já estão à venda na bilheteria do teatro.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Meu avô é um contador de histórias

Gosto de sentar junto dele para atentar ao verbos que lhe saem da boca. Sinto como se as borboletas voassem da sua inventiva mente e percorressem seu caminho até tocarem o ar, batendo suas asinhas sobre os meus cabelos e deixando que algo dele caia sobre mim.

Não sei se o dom de escrever é algo que vem no "bolo genético", ou algo que tratamos de imitar. Desde pequena, meus escritos sempre foram uma espécie de resultado do meu passado e de tudo que ouvia e observava, de tudo que eu gostava e tomava como exemplo das minhas influências escritoras superiores mais fortes: meu pai e meu avô. Quando entreguei minha dissertação de mestrado, uma das observações feitas pela banca, foi: Camila, a gente percebe que tu escreves com paixão. Engraçado que ao entregar a monografia, a observação, se não foi igual, foi muito parecida.

De fato. Escrevo com paixão, mas escrevo com a mesma paixão que trabalho, com a mesma paixão que vivo e que me relaciono com as pessoas. Uma paixão talvez tanha adquirido ao assistir meu avô falar no telefone com o moço da farmácia, a mesma paixão que ele consegue colocar num cartão de aniversário, ou ainda, a mesma paixão que liberta as borboletas do seu cérebro cada vez que ele me conta um fato ou discursa alto para a família no almoço de domingo.

Eu sei que essa paixão é infinita. A paixão pela vida, que cada um deveria levar juntinho no seu bolso. Por isso eu peço a meu avô:

Vô, preciso que tu recarregue aí dentro dessa tua mente brilhante a produção de borboletas, pois ainda tenho muito pela frente a escrever.



Porto Alegre, 15 de março de 2008 – 80 anos de paixão.

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Eu refiz o meu jardim

Hoje eu acordei toda dolorida, parece que eu corri uma maratona, mesmo. Mas a dor que eu sinto é uma dor que dá prazer, pois é uma dor de concepção... porque? Depois de alguns anos, eu resolvi refazer o meu jardim.

Não é fácil refazer o jardim, porque a gente tende a se apegar às novas espécies que por ali vão surgindo. Um verdadeiro ecossistema se instala e por mais que isso incomode, fica difícil se livrar das ervas-daninhas, as coitada, afinal de contas, também carregam no seu corpinho verde uma vidinha.

Mas dessa vez eu me determinei e decidi que a situação devia melhorar e que limpar o jardim seria uma solução metafórica e embelmática também para a minha vida. Me joguei com as duas mãos naquela terra toda e quando dei por mim estava enérgicamente arrancando tudo o que não servia, tudo o que não combinava mais com aquele cenário. E foi renovador. Me entreguei tanto que nem vi o tempo passar. Já era noite quando eu decidi que estava pronto, que o que realmente importava praquele jardim crescer bonito estava ali. Foi bom, tive contato com minhocas, caracóis, marimbondos e até com o grande amigo tatu-bola. Me deu vida. Nada mais me importava além daquele jardim.

Depois foi regar e me afastar para dar aquela contemplada básica. E orgulhosa.
Uma coisa tão simples como um jardim pode mudar a vida da gente. Cuide bem do seu jardim - é o recado que fica aqui da Cami-borboleta.

terça-feira, 25 de agosto de 2009

MASTER


Na foto que saiu na Void, o que se vê é mais ou menos: eu, Clarice, champeins, jacas de couro, bubbles, amigos e esse meu olho de muito cansada não engana ninguém.
Inauguração do MASTER, espaço comandado pelo Pexão e pelo Emiliano.

a necessidade de transgredir

O verdadeiro grande crime do ser humano é que ele pode dar-se "uma simples volta" a qualquer momento, mas não o faz.
(...) o problema não é o tempo perdido com as sandices cometidas no passado, mas o momento de agora, que é uma oportunidade não aproveitada para mudar o curso. Duas coisas ficam comprometidas pela ausência de transgressão: a qualidade de vida e a possibilidade de continuidade.

(Nilton Bonder, A alma imoral)

quinta-feira, 30 de julho de 2009

simples complemento


depois do meu post sobre o simples, recebi essa buscanti contribuição do Fernando Togni.
intervenção feita por ele com rolo de papel higiênico em algum lugar do interior do nosso estado com e maiúsculo.
simples.

quarta-feira, 29 de julho de 2009

fique longe das escadas.

Verso..

Reverso..

Não desce os degraus do sonho, para não despertar os monstros.
Não sobe aos sótãos, onde os deuses, por trás de suas máscaras, ocultam o próprio enigma.
Não desce, não sobe.
O mistério está é na tua vida.

Mario Quintana

segunda-feira, 27 de julho de 2009

A revolução está no simples

É o maior de todos os tesouros. Paulinha me manda essa mensagem hoje:

"La semplicità assoluta è il miglior modo per distinguersi"

Charles Baudelaire

Tentem, exercitem o simples, é tão bom.

sábado, 25 de julho de 2009

CIA man // Queime depois de ler

Eu, enfiada embaixo de trinta cobertores, acabo de assistir mais uma pérola dos irmãos Cohen (aliás, como eu não tinha visto esse filme antes, hein..?), o Burn after reading, ou no bom português, Queime depois de ler .


Esse fime, por ironia do destino ou boa estratégia dos autores, foi um grande sucesso de bilheteria nos USA em 2008... também pudera, um elenco de tirar o chapéu - Brad Pitt, George Clooney, John Malkowich e a figuríssima Frances McDormand, que depois de Fargo fez literalmente o filme com os cinéfilos de plantão.
Confesso que o melhor filme (opinião pessoal e absolutamente transferível) que eu assisti dos irmãos foi o Homem que não estava lá. Mas o poder da crítica sagaz, onde pessoas normais se colocam em situações bizarras, confusas, parece estar em todas as obras desses dois gênios e não é diferente neste caso. Queime depois de ler dá de chicotinho na sociedade norte-americana e toda a sua "fajutice", faz a gente rir por dentro - e por fora - de alguns detalhes sutis ou escrachados do perfil moral ambicioso ao extremo, mas vazio, por vezes muito burro, típico dos nossos vizinhos lá da parte de cima do globo (aprendemos algumas coisas boas e ruins com eles, há de se reconhecer).
Absurdos atrás de absurdos fazem a coisa toda, que parecia coisa nenhuma, ficar tão confusa que o riso flui, facilmente. Gargalhei, é verdade.
E para completar, tem a deliciosa trilha, que me pegou mesmo no final, com The Fugs (muito prazer, não os conhecia) e a muito tocada por aí CIA Man.
Palmas. Agora vou comer uma pizza. Bye.

quarta-feira, 22 de julho de 2009

aeternum

nada pode ser pleno. nem o bem, nem o mal, nem a vida, nem a morte. nada. nem o vazio é pleno.

terça-feira, 21 de julho de 2009

derretendo

Segura o gelo, segura o cubo de gelo e aperta forte na tua mão e percebe como ele vai derretendo aos poucos. Vai doer, eu sei, vai gelar. Mas percebe como cada gota de água escorre pelas linhas da tua mão e alcança o chão. Em segundos não tem mais gelo, não tem mais frio, só tem a calçada e uma pequena pocinha de água que em breve vai evaporar e aí começa tudo outra vez. Passa a mão molhada na perna, seca na calça jeans e esquece. Segue em frente até achar um próximo bar.

sexta-feira, 17 de julho de 2009

LEZANFAN (re) descobrindo a infância // neste sábado


banheiro ilustrado pelo Pirecco




Escada para lugar nenhum. Ou para um lugar muito especial..




Flores, Lareira com girafas, fantasia de um pequeno mágico que desapareceu!

No meu caso é redescobrindo a infância mesmo. Na minha época, eu me lembro, cada aniversário tinha que ter uma fantasia diferente. E tinha. Minha dinda costurava para mim. Já fui Moranguinho, Emília, Branca de Neve, Bruxa (dessa vez meu pai se fantasiou de vampiro!) e na fase mais comercial, Rainbow Bright. Eu também achava que podia morar no telhado da casa da minha vó, subia até lá com toda a minha parafernalha e me estabelecia até ficar de noite. Outra coisa que eu gostava era de falar durante horas num telefone estragado da minha tia supermoderna, a Nane, só porque achava ele demais com aquele formato de tartaruga albina (bem anos oitenta). Eu acreditava que a casinha dos fundos lá na praia era a casa do fantasma, então nem chegava perto. Entre tantas outras loucurinhas gostosas infantis que devem ser mantidas e estimuladas.

Entrar na LEZANFAN é lembrar da criança que existe em nós. E incentivar os pequenos a viver essa coisa deliciosa que é o mundo da imaginação. Luciana Chwartzmann e Melissa Bermudez são as magas da nova geração, que com uma proposta lúdica, ousada e criativa, colocam a nosso dispor uma casa cheia de fantasias!

A LEZANFAN reúne loja, salão de beleza, oficinas e dentro dessa proposta, diversas surpresas para deixar os pitocos muito entretidos. Escada que dá para lugar nenhum, máquina de imprimir na unha, fantasias das mais criativas que eu já vi, bichos de todos os tipos, mesa de desenho e tantas outras maravilhas que poderão ser conhecidas a partir de amanhã.

LANÇAMENTO DA CASA AMANHÃ
// Passa lá e leva os teus pequenos!
A casa fica na Barão de Santo Ângelo e atividades para lá de especiais estarão rolando. Pintura coletiva da fachada, com orientação do artista Pirecco e plantio coletivo do canteiro com orientação do biólogo Ricardo Hentzschel. Entre tantas outras surpresas!

Quando?
A partir das 11h.

Pure Pleasure Design

Hylton Warburton


Colin Johnson


Felipe Guga



Anna Melcom



Madmarz



Said Wafiq



No blog Pure Pleasure Design a gente pode viajar legal com mais de 155 ilustradores reunidos cuidadosamente pela designer Ines Gamler. Algumas das minhas favoritas estão ali em cima.

Oh, god... porque eu não fui iluminada com esse dom do traço? Me resta olhar e pirar, admirar e desejar que essas outras mãos continuem trabalhando ...

segunda-feira, 13 de julho de 2009

Dia mundial do Rock, Dia mundial da pizza



Bom, eu acordei e lembrei que hoje é dia mundial do Rock, até porque a Ipanema insistiu em me fazer pensar nisso, já que às oito da manhã estava bombando um belo Led Zeppelin.
Na verdade as datas comemorativas são apenas datas e a gente pode fazer delas o que bem entender. Inclusive a gente pode transformar dias normais em datas comemorativas, o que eu acho bem mais razoável. Assim não tem essa de reservar mesa, de não ter espaço pra falar, de concorrer com outras festas, ajuntamentos, eventos.
Veja por exemplo, nosso caso (o dos amigos Prezabilitys). Resolvemos nos reunir por nada, pela simples e intensa emoção de compartilhar o mesmo espaço, o mesmo som, o mesmo vinho. E relembrar os tempos de encontros etílicos regados à pizza da Si no apê do Tiago. Eis que descobrimos que justamente naquele dia, o dia que escolhemos aleatoriamente para a junção, era o DIA MUNDIAL DA PIZZA. E isso foi motivo pra gente lembrar também que hoje é Dia Mundial do Rock, pra fazer uma homenagem aos Beatles, pra arrastar os móveis da sala e dançar ao som de Thriller até as cinco da manhã, até cansar.
E, claro, pra transformar o dia mundial da pizza em dia mundial da pizza da Si lá em casa.
Ano que vem tem mais. E viva o dia mundial do Rock. Mas esse o mundo já está comemorando, então deixa. Fica lá em cima a nossa homenagem ao quarteto, mesmo com um fotógrafo um tanto míope, ou um tanto bêbado, a coisa toda tá valendo.

domingo, 12 de julho de 2009

DEGANI DESENHOS


Buenos Aires, Santelmo

Buenos Aires, Cafe Iberia

Punta del Este, Praia Mansa

Punta del Este, L'Auberge

Lourenço Degani é um artista de sensibilidade peculiar. Um observador nato das atividades cotidianas. Ilustrador e fotógrafo. Como fotógrafo, ilustrador, como ilustrador, conserva o olho do fotógrafo, inventando nas linhas do dia a dia a sua própria história. Em seus desenhos, o mapa de seus trajetos. Buenos Aires, Punta, Amsterdam, ou mesmo alguns contornos da sala do seu apartamento.

A delicadeza das linhas e a riqueza de detalhes de cenas cotidianas, muitas delas reinventadas, se encontram no papel. Humor, ou por vezes um toque de poesia.

Acabo de criar um blogue para esse artista que conheço desde criança e que já tem um trabalho muito maduro, mas hoje resolve mostrar ao mundo a que veio (já era hora!).
Conheça DEGANI DESENHOS e viage para os mundos particulares das ilustrações desse baita artista.

AMANHÃ // e ainda há vagas!

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Banner Concerts

Uma das ações mais inteligentes dos últimos tempos.
Tipo assim...porque eu não pensei nisso anteeeeeesss???




Resumindo, um Banco belga decidiu apoiar novos talentos musicais e patrocinou o concurso de bandas mais sensacional que eu já vi. O Banner Concerts.

quinta-feira, 25 de junho de 2009

sábado, 20 de junho de 2009

Petit paciência



Maquiagem passo a passo com Julia Petit.

Essa série que a Julia está fazendo no Blog dela durante o SP Fashion Week me faz pensar na preguiça que eu tenho de passar todo esse tempo na frente do espelho fazendo um make.
Mas, convenhamos, valeu o esforço, né.

TERRITORIOS RECOMBINANTES


E-mail que recebi hoje:

Desde 08 de maio estão abertas as inscrições para a 8ª edição do Prêmio Sergio Motta de Arte e Tecnologia.
Nesta edição algumas coisas mudaram. Principalmente a questão da apresentação de portfólios. Não existe mais premiação para projetos, apenas para trabalhos realizados apresentados como conjunto de obras.

Por termos acompanhado a excelente qualidade de materiais apresentados no Territórios Recombinantes, reiteramos o convite para que participe desta edição, é uma excelente oportunidade, afinal, são R$180 mil em prêmios e uma ótima chance de fomento de sua produção.

Dia 05 de julho encerraremos as inscrições e sem a menor possibilidade de prorrogação.
Estamos disponíveis para qualquer esclarecimento.

Contamos com sua participação!
Boa sorte!

Jim - The End

sexta-feira, 19 de junho de 2009

os bichinhos que eu (meio que) tive

eu tinha um coelho que se chamava chumbinho, mas como eu gostava de soltar ele pela casa e isso resultava em uma sujeirada imensa e descabida, minha mãe mandou ele pra agência onde meu pai trabalhava. ele ficou gordo, gordo e depois eu nunca mais vi.

eu também tinha um hamsterzinho, o arroz, o coitadinho não tinha gaiola ainda, então eu guardava ele numa caixinha de remédio. um dia fui querer tirar ele lá de dentro e enfiei meu dedinho. o arroz mordeu o dedinho, foi uma enxurrada de sangue, uma choradeira, mais de mágoa do que de dor e imediatamente o arroz foi deportado do meu apartamento.

tive vários peixinhos e esses ficavam pouco tempo lá em casa. todos os meus peixes tinham uma tendência suicida. era sempre uma choradeira.

e por último vou lembrar aqui do passarinho bem bebê que eu achei no chão, na calçada do prédio. dei amor, coloquei numa caixinha com uma mantinha, dei água, alimentei, deixava um pouquinho no sol, na beirada da janela....na beirada da janela. não preciso dizer que o passarinho não teve tempo de aprender a voar, né. minha mãe sem querer esbarrou na caixinha.
e mais uma choradeira.

quinta-feira, 18 de junho de 2009

quarta-feira, 17 de junho de 2009

Blog da Família Ovo e as bonecas peludas

Tá, passeando pelos blogs eu acabei vendo o link de um blog que se chama Blog da Família Ovo, o que eu já achei sensacional. E olha o que eu encontrei no blog, junto com um monte de dicas sobre produtos infantis:
Um bebê peludo.
E mais: "You can shave the baby"!!!
Nada pode ser mais bizarro que isso. Deixou a Galisteu no chinelo, desculpe. Fuck'n weird.
Parabéns pelo achado, egg family.

terça-feira, 16 de junho de 2009

No álbum da família Saldanha

Mais um post sobre o aniversário do Saldanha. O Mau tem o hábito de fotografar todos os "novos amigos" que vão ao aniversário do pai dele, a cada ano, pelo que eu entendi, desde o aniversário de 50. Fomos ao de 55. Aqui está a nossa foto. A do Tiago ganhou! Parece o carinha do filme Os excêntricos Tenembaums.


segunda-feira, 15 de junho de 2009

Mau.

Nesse fim de semana eu conheci pessoalmente o Mauricio Saldanha, ou “Mau Saldanha”, como é conhecido por aí. Um aficcionado por cinema. Não sei se vocês lembram de um louco que saiu na Contracapa com o autógrafo do Lynch tatuado no braço… pois então, era ele. E, aliás, ele tem esse estranho hábito de tatuar símbolos dos filmes e personagens do cinema que ele mais gosta pelo corpo. O logotipo de Magnólia, uma asa desenhada no ombro à mão pelo Wenders, entre tantas outras coisas que eu não lembraria agora.


Mas fora isso o Mau tem um site muito interessante, que se chama CABINE CELULAR. No blog, ele posta cometários assim que sai dos filmes (ainda na sala de cinema), em videozinhos que faz do próprio celular. Uma idéia simples e genial, sendo ele a figura que é. E uma solução legal praqueles que morrem de preguiça de ler as críticas.

Vai lá ver.

Ah, aproveita e visita o blog do Mauricio, que tem inúmeros vídeos insanos de sua autoria.

Frankfurt, Lots of Frankfurt.



she writes about frankfurt. shops in frankfurt. designers from frankfurt. creative people from frankfurt. where to hum along in frankfurt. where to eat in frankfurt. where to go in frankfurt. what to do in frankfurt. where to dance in frankfurt. with a focus on other cities and fashion.

eu também quero: frankfurt

sexta-feira, 12 de junho de 2009

AVALANCHE DO AMOR

Aproveitando que o papo aqui é love, love, love... uma dica para aquecer a noite de hoje. Quem tinha saudade das festas memoráveis na Avalanche, vai poder preencher esse vazio no seu coraçãozinho!

Uma pérola do Matheus pra descontrair (com a banda Watinho de Los Reyes):



FESTA AVALANCHE DO AMOR

Discotecagem Marcos Kligman & Bruno Bazzo

Show com Matheus Walter

12 de junho Sexta 23h

Santo Antônio, 234

Ingressos 5 reais

Amor à primeira, segunda e terceira vista.

Dia dos namorados. Ontem fomos na festa de dois anos da Império da Lã, banda dos nossos queridos amigos Carlinhos Carneiro, Chicão, Guri e de mais uma porrada de gente que a gente adora. Tomamos muita cerveja, inclusive embalados por uma promoção de certa operadora de celular (pagando bem, eu faço merchandising.), que oferecia vale-ceva em troca de um "parabéns" enviado por sms. Gostamos. Lógico que gostamos, porque a cerveja do coquetel acabou bem rápido...e graças a "essa marca" a gente continuou bebendo!

Ah, aproveita e dá uma passada mesmo no www.imperiodala.com.br que foi a MARIA CULTURA que fez e tá demais!

Bom, mas o que eu ia falar mesmo era sobre o DIA DOS NAMORADOS. O meu namorado finge que não dá bola pro dia dos namorados, apesar de sempre tentar me surpreender nessa data. Ontem quando eu cheguei da festa, em cima da cama estava um presente lindo, uma bolsa da Inch. Amooo.
Hoje eu acordei e ele me disse, ah, não tem água, quer chamar lá pra gente? Eu fui até a cozinha e lá estava em cima da mesa outro presente lindão. Eu não sei vocês, "meus leitores", mas eu me derreto com surpresas. Minha vida é movida por desafios e surpresas e nada pode ser melhor do que isso.
Por falar em surpresa e em dia dos namorados, hoje eu recebi um e-mail que bastante me surpreendeu. Um e-mail de uma leitora! Sim, hoje eu recebi meu primeiro e-mail de colaboração com o blog, não é sensacional isso? O nome da minha primeira colaboradora é Luiza Cavalcante e ela disse que lembrou de mim quando viu por aí um vídeo que falava sobre amor a primeira vista. Obrigada, Luiza!
Acredito em ações diferenciadas. Não acredito que sejam muitos os meninos que compram bichos de pelúcia para dormir com eles. Não acredito em amor a primeira vista. Acredito em amor a segunda vista. Porque amor a primeira vista é paixão, é apenas uma porta que se abre, é o brilho no olhar. Amor mesmo acontece no segundo, no terceiro, no quarto olhar, quando a gente olha lá dentro e sabe bem o que está vendo. Amor nunca acaba. Paixão sim. Amor muda de conceito, vira amor de amizade, amor de saudade, de admiração.
Mas bom mesmo é amor com paixão. Esse sim vale a pena. Cultivemos o frio na barriga! Cultivemos as surpresas, as loucuras, a diversão!
E viva o dia dos "enamorados", porque mesmo sendo mais uma data extremamente comercial, não deixa de ser uma grande oportunidade pra gente lembrar de que estar apaixonado é o bicho.

terça-feira, 9 de junho de 2009

CURSO NA ESPM

Ah, mais uma coisa, já que hoje eu estou comunicativa.
Vou dar um curso na ESPM. A partir do dia 14 de Julho.
Seguem as infos:

CORPO. CIDADE. MÍDIA. INTERVENÇÕES CRIATIVAS NO ESPAÇO URBANO.
Quando: de 14 a 24 de julho (das 19h às 22h30)
Onde: na ESPM
Quanto: R$ 403,20 (alunos) / R$ 504,00 (não-alunos)

Espero quem eu puder esperar por lá.

MEUS LEITORES


Então, eu sonhei com o dia que eu fosse chegar aqui e postar um texto direcionado aos "meus leitores..". Bem, eu nunca pensei que teria leitores, mas depois que eu vi que só hoje eu tive mais de 20 acessos, percebi que sim, tenho alguns leitores.
Não sei exatamente o que eles pensam, o que fazem, se gostam do que eu escrevo ou se passam aqui por acaso. Poucos comentam. Mas não vejo problema nisso. No caso dos que passam aqui por acaso, vou me apresentar:

Sou Camila, mais conhecida como Cami. E hoje fiz um testezinho no Facebook (cheio de testes esse Facebook, perceberam?), que se chamava "What intense bich are you?". Hehe. Bem, o teste resolveu me definir da seguinte forma:

You are one intense bitch. You are almost abnormally introspective but this is where your abundant creativity flows from. You love handsome, brilliant, creative genius types but you pay the price when their egos and lustful ways cause them to betray you. You are a very intelligent, classy lady with a black streak and can be very emotional at times. You do have a bit of a morbid side but your words often lead you to be misunderstood as a dark figure but that is just how you protect your soft mushy insides..

Well, well. That is Sylvia Plath, folks.

Fernando Volken Togni


Quem passa pela rua Felix da Cunha, em Porto Alegre, já viu. O trabalho do ilustrador e designer Fernando Volken Togni está lá adesivado na parede de entrada da agência DCS, onde ele atualmente trabalha. Gosto muito do que ele faz e por isso vou postar aqui, agora!


segunda-feira, 8 de junho de 2009

suína



será que eu tenho a gripe suína?
vamos ver. fiz algumas fotos minhas e comparei com as fotos de uma pessoa que apresenta as sequelas da gripe... hmmm...talvez meu estágio ainda avance em alguns dias.