Um Blog de percepções, de afetos e algumas bobagens cotidianas.

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Amor à primeira, segunda e terceira vista.

Dia dos namorados. Ontem fomos na festa de dois anos da Império da Lã, banda dos nossos queridos amigos Carlinhos Carneiro, Chicão, Guri e de mais uma porrada de gente que a gente adora. Tomamos muita cerveja, inclusive embalados por uma promoção de certa operadora de celular (pagando bem, eu faço merchandising.), que oferecia vale-ceva em troca de um "parabéns" enviado por sms. Gostamos. Lógico que gostamos, porque a cerveja do coquetel acabou bem rápido...e graças a "essa marca" a gente continuou bebendo!

Ah, aproveita e dá uma passada mesmo no www.imperiodala.com.br que foi a MARIA CULTURA que fez e tá demais!

Bom, mas o que eu ia falar mesmo era sobre o DIA DOS NAMORADOS. O meu namorado finge que não dá bola pro dia dos namorados, apesar de sempre tentar me surpreender nessa data. Ontem quando eu cheguei da festa, em cima da cama estava um presente lindo, uma bolsa da Inch. Amooo.
Hoje eu acordei e ele me disse, ah, não tem água, quer chamar lá pra gente? Eu fui até a cozinha e lá estava em cima da mesa outro presente lindão. Eu não sei vocês, "meus leitores", mas eu me derreto com surpresas. Minha vida é movida por desafios e surpresas e nada pode ser melhor do que isso.
Por falar em surpresa e em dia dos namorados, hoje eu recebi um e-mail que bastante me surpreendeu. Um e-mail de uma leitora! Sim, hoje eu recebi meu primeiro e-mail de colaboração com o blog, não é sensacional isso? O nome da minha primeira colaboradora é Luiza Cavalcante e ela disse que lembrou de mim quando viu por aí um vídeo que falava sobre amor a primeira vista. Obrigada, Luiza!
Acredito em ações diferenciadas. Não acredito que sejam muitos os meninos que compram bichos de pelúcia para dormir com eles. Não acredito em amor a primeira vista. Acredito em amor a segunda vista. Porque amor a primeira vista é paixão, é apenas uma porta que se abre, é o brilho no olhar. Amor mesmo acontece no segundo, no terceiro, no quarto olhar, quando a gente olha lá dentro e sabe bem o que está vendo. Amor nunca acaba. Paixão sim. Amor muda de conceito, vira amor de amizade, amor de saudade, de admiração.
Mas bom mesmo é amor com paixão. Esse sim vale a pena. Cultivemos o frio na barriga! Cultivemos as surpresas, as loucuras, a diversão!
E viva o dia dos "enamorados", porque mesmo sendo mais uma data extremamente comercial, não deixa de ser uma grande oportunidade pra gente lembrar de que estar apaixonado é o bicho.

Nenhum comentário: