Um Blog de percepções, de afetos e algumas bobagens cotidianas.

sábado, 25 de julho de 2009

CIA man // Queime depois de ler

Eu, enfiada embaixo de trinta cobertores, acabo de assistir mais uma pérola dos irmãos Cohen (aliás, como eu não tinha visto esse filme antes, hein..?), o Burn after reading, ou no bom português, Queime depois de ler .


Esse fime, por ironia do destino ou boa estratégia dos autores, foi um grande sucesso de bilheteria nos USA em 2008... também pudera, um elenco de tirar o chapéu - Brad Pitt, George Clooney, John Malkowich e a figuríssima Frances McDormand, que depois de Fargo fez literalmente o filme com os cinéfilos de plantão.
Confesso que o melhor filme (opinião pessoal e absolutamente transferível) que eu assisti dos irmãos foi o Homem que não estava lá. Mas o poder da crítica sagaz, onde pessoas normais se colocam em situações bizarras, confusas, parece estar em todas as obras desses dois gênios e não é diferente neste caso. Queime depois de ler dá de chicotinho na sociedade norte-americana e toda a sua "fajutice", faz a gente rir por dentro - e por fora - de alguns detalhes sutis ou escrachados do perfil moral ambicioso ao extremo, mas vazio, por vezes muito burro, típico dos nossos vizinhos lá da parte de cima do globo (aprendemos algumas coisas boas e ruins com eles, há de se reconhecer).
Absurdos atrás de absurdos fazem a coisa toda, que parecia coisa nenhuma, ficar tão confusa que o riso flui, facilmente. Gargalhei, é verdade.
E para completar, tem a deliciosa trilha, que me pegou mesmo no final, com The Fugs (muito prazer, não os conhecia) e a muito tocada por aí CIA Man.
Palmas. Agora vou comer uma pizza. Bye.

Um comentário:

thomazspolaor disse...

Esse filme é MUITO FODA!
Meus favoritos deles (que eu já tenha visto) é este e "O Grande Lebowski". Se bem que "Fargo" e "Onde Os Fracos Não Tem Vez" não ficam muito atrás, são todos muito fodas. o/